domingo, 13 de setembro de 2009

Não é Fácil


Terminar uma história não é fácil

Não é fácil dizer adeus e pensar que esse adeus pode ser pra sempre

Não é fácil abandonar um sonho, uma semente

Não é fácil desaprender os gestos, as caras e bocas,

Calar as mais sinceras palavras

E não continuar a escrever o desejo do coração

E a história vai chegando ao fim

Não é fácil secar as flores

Não é fácil fingir um não

Não é fácil fechar o livro na metade

Não é fácil escutar a razão

Pra um coração que guarda infinitas esperanças

Um coração que vive e sonha

Acreditando na pureza, na grandeza do sentimento mais simples

Nas conquistas eternas

Nos dias claros e nos dias escuros

Nas noites frias e nas noites quentes

Um coração que vê vida em tudo

Um coração que desafia o mundo

E não tem medo de perder

Mesmo sabendo que não vai ganhar

Não é fácil arriscar o ultimo suspiro

Não é fácil encarar o mesmo sorriso

E não vê o que se via

E não sentir a mesma fantasia

Lembrar de preenchidos dias

E não continuar a escrever

Por que a história chega ao seu fim

Quando nosso coração cansa de lutar sozinho

Os sonhos vão esvaindo em solidão

Mesmo que não seja fácil

Não voltar atrás

Dizer nunca mais

Olhar no teu olhar e me ver indo embora

Deixarei o meu coração

Nos lugares que mesmo sem querer

Sempre me encontrarás

Assim como eu encontro você!

4 comentários:

Tarsis disse...

Amiga .. vc continua Linda.. a tua belez é interior... sai de dentro da alma.. quem te conhece e te v~e percebe o tamanho do teu coração, da tua simplicidae que encanta a todos.. amei a foto amei o poema.. Vc é simplesmente Linda!!

Cristina disse...

nunca será fácil perder um pedaço de si mesma, mas é possível se reeguer, eu como ninguém posso dizer isso... vc sabe
te amo!

Ana Karulina disse...

Dificil é entender porque uma historia tem que chegar ao fim. E o mais difícil ainda é aceitar este fim.
Independente da duração dessa história, sentimos parte de nós quebrando, se desmanchando.
Foram sonhos construídos, desejos e sentimentos vividos intensamente.
Coragem para seguir em frente. Força para saber que é o melhor a se fazer.
Certeza para continuar acreditando no amor e na vida.

Amo você.

Adriano Cabral disse...

"Quando nosso coração cansa de lutar sozinho
Os sonhos vão esvaindo em solidão
Mesmo que não seja fácil
Não voltar atrás "

Juli, Eu encontrei seu blog fuçando aleatoriamente na internet. Encontrei esse seu poema justamente no exato momento que estou com extremas dificuldades de aceitar que não há mais páginas e tinta para continuar uma história, uma "grande hístória de amor".

Mas esse texto me lembrou que não adianta versos nem poesia se o sonho, o deleite e o sentimento está contido ou ao menos não é expresso. Mas triste ainda é quando sabemos que a outra pessoa está matando e se matando para não sentir.
Enfim, belíssimo poema e ao menos por hoje lembrei que não posso mais escrever essa história, não dá mais para escrever sozinho.
Recomendo a leitura da prosa pedaços de mim que tá no meu blog se você quiser.
abraços. parabéns