domingo, 7 de março de 2010

Meu Amor!





O momento em que toda a força das estrelas passou por mim e trouxe-me de volta!
Foi quando eu olhei dentro dos teus olhos e vi minha alma brilhar entre as estrelas do meu sonho.
Foi quando seguraste firme minha mão e pediste que eu não tivesse medo, pois teu amor me protegeria do frio.
Foi quando me entreguei e deslizei no teu leito sem segredo,
como se fosse a primeira vez... 
Descobrindo no teu toque sincero o meu melhor desejo!
E tudo aquilo que eu acreditava, realiza-se agora, a cada instante,
Porque te sinto dentro de mim incandescente, 
Como a luz daquele luar que nos envolveu!
E sei que logo esta saudade há de ter fim,
Pois nada pode o tempo e a distância
Para um amor tão grande assim!
Os caminhos naturalmente se abrem, como as flores do nosso jardim desabrocham feliz ao nascer do Sol!
E tudo se torna claro, manso, rio sereno e profundo...
Que segue seu curso para viver a imensidão do mar!
A música da minha vida soa nova e fiel melodia,
E no silêncio, já não preciso fechar os olhos pra ouvi-la
Basta amar assim... Como te amo!
Que meus sentidos flutuam pelo céu de poemas sem palavras,
Quando nossos corpos se tornam uma só alma!
Posso voar... Sem imaginar, posso voar
Sem asas inventar!
Naturalmente... Hoje, eu posso voar!

Com saudades e infinito amor,
da sempre sua,
Julianne
   




Sim! Eu ainda sou aquela, aquela menina, de laço de fita, debruçada na janela do seu quintal, que plantou em sua alma, os mais belos sonhos, os mais lindos poemas entre as flores de sua fiel imaginação. E hoje, quando já não mais esperava, e tão pouco acreditava, aquela menina sobrevive e vive, agora o seu sonho de amar, seu sonho de amor!
Sim! Aquela menina voltou!!!

3 comentários:

Ana Karulina disse...

Amor único, felicidade completa.
Olhar que acalma e nos faz sentir repleta de sentimentos puros e sinceros.

Acalmai ó coração que nos enche a cabeça com as mais insanas loucuras, dai paciência para no momento certo o universo conspirar e termos do nosso lado nosso único desejo.

;*

junot oliveira disse...

Inteiro

de homem tenho muito pouco
de poeta nem mesmo um tanto
um pouco de musico talvez
um musico sem instrumento,
de caminhos ardidos
momentos desvividos,
como um relógio rompido, perdido no tempo.

tempo que abriu
sol que aqueceu
mar amanheceu
tempo agora presente
um presente sabor vida
vida que faz bater o peito
peito, instrumento, musica, musico,
tempo
voce

cada segundo, um som, um sonho
completo, vivido, amar, amado
feliz de sentir o inteiro
inteiro de ti, inteiro de mim
cantar o amor tal qual vc me trouxe
cantar o amor tal qual musico que sou.

Messias Daniel disse...

amor delirio em ti.
amor a aquece minha alma
amor que enche de luz todo o meu ser.
amor que me faz de amor em seus defeitos.
amor que faz de odir em teus acertos.
amor que me faz amor.
amor que me faz lembrar de você.