quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Enfim, o vôo!




Enfim ela voou!
Voou pelo ar rodopiando mundo a fora
Às novas paisagens que despertaram no seu coração
...Preenchidas de esperança!
Libertando-se do sofrimento de outrora
Ela voou às montanhas da tão sonhada realização
Farfalla Amarela!
Reflexo do Sol, do luar do sertão!
Eis a época do seu mais belo vôo
Sem a pressa de chegar e sem medo de voltar
Ao passado de larva e melancolias...
Hoje sorri serena
Com o brilho de orvalhos que cristalizam suas asas à luz da manhã
Tempo de novas quimeras
De um ideal protegido com amor
Tempo de viver
A felicidade que em ti desabrochou
Reunindo corpo, coração e mente!
Renascimento!
Nos teus olhos castanhos
Nos tons dourados de suas asas
Os desejos e a luta dessa mulher
Os sonhos e a teimosia daquela menina
E o aprendizado fiel de um ser que acredita na essência da alma!

Um comentário:

Ana Karulina disse...

Com a esperança de encontrar um mundo melhor tem no peito a certeza de seus passos e de si mesma.
Caminhando pelo desconhecido, ela fecha os olhos e sonha com o amanhã, a felicidade está em seu peito e ela está apenas se transformando .. em uma bela borboleta.

;*

Amo