quarta-feira, 28 de julho de 2010

Borboleta!

"Não preciso que me digam de que lado nasce o Sol, porque bate lá meu coração!"



Voa no teu canto de mar
Sob as águas que passeiam o teu sonho
no colo sereno do azul celestial
Leve, deito-me e rezo...
para que o amanhã retorne
nos raios de Sol
entre a brisa dos coqueirais!

3 comentários:

Ana Karulina disse...

Quero nas suas águas desaparecer
quero de um tudo ver
lá onde reina a paz e o amor
viver e espantar essa dor.

continuar acreditando na verdade
e criar coragem
não viver de passagem
apenas sentir toda a felicidade!


AMO AMO AMO AMO AMO AMO
;D

Glória disse...

Olá Julianne, vim retribuir a visita ao Recomeço e conhecer seu blog. Muito lindo! Obrigada, um abraço.

Junot Oliveira disse...

E os sonhos são verdade pra quem crê...
e não me importa da opnião dos que vivem em em liverdade condicional, nessa sociedade de sentimentos vazios eu levanto vôo e vivo meu sonho de cada dia...
te amo